Turismo de Vacina: conheça destinos que oferecem imunização aos visitantes

A pandemia da Covid-19 afetou severamente o Turismo mundial. Fronteiras fechadas, voos suspensos, viagens pausadas…tudo isso impactou negativamente o setor. Contudo, a notícia do desenvolvimento de uma vacina contra o vírus mudou um pouco o cenário e trouxe esperança para a retomada das viagens.

Apesar de já possuirmos um imunizante eficaz no combate ao Coronavírus, muitos países ainda penam para vacinar sua população e controlar a situação da pandemia. Por outro lado, há aqueles países que estão tão avançados na imunização, ou com número de casos moderados, que já abrem a opção de vacinar estrangeiros.

SUA VIAGEM: PUNTA CANA + MIAMI

O turismo de vacina já se tornou uma realidade em diversos destinos e surge como uma tendência mundial na retomada. Contudo, a imunização durante as viagens não é 100% garantida. Isso porque os governos mudam as regras o tempo todo, e novas situações podem aparecer no meio do caminho, impossibilitando a vacinação dos turistas.

Conheça alguns dos destinos que já estão vacinando turistas:

turismo de vacina em Cuba

 

1. Cuba:

O país foi o pioneiro na oferta de vacinação contra Covid-19 para turistas. O imunizante que será disponibilizado para os viajantes é o “Soberana 2”, que está sendo produzido pelo próprio país. Apesar da vacina ainda estar em testes finais, Cuba espera vacinar mais da metade da sua população até agosto de 2021, e todos os seus habitantes até o final do ano. E aqueles que desejam conhecer a ilha caribenha terão a opção de se vacinar no país, se quiserem.
No entanto, é importante se atentar ao fato de que Cuba exige uma quarentena necessária de 10-14 dias na chegada ao país.

 

2. Estados Unidos:

A princípio, uma das principais promessas de campanha do atual presidente dos EUA, Joe Biden, foi a aceleração da aplicação de doses da vacina de combate ao Coronavírus. E o POTUS cumpriu com a sua promessa com louvor. Em apenas 100 dias de mandato, o presidente eleito aplicou mais de 200 milhões de doses, e pretende vacinar 70% da população até o dia 04 de julho de 2021.

Dessa forma, com doses sobrando e pouca burocracia, turistas podem se vacinar com rapidez e facilidade em farmácias de diversos destinos, como por exemplo na Flórida e Nova York. Contudo, para evitar este tipo de turismo, alguns estados tem sido mais exigentes e requerem um comprovante de residência local para aplicação das doses, como o Texas.

OFERTA SATGURU: CANCUN & MIAMI 2021

Para adentrar os Estados Unidos, os brasileiros devem, em primeiro lugar, fazer uma quarentena de 14 dias em algum país autorizado a entrar no destino. Contudo, para a entrada nos EUA, o turista deve fazer parte da lista de restrições imposta pelo país, que autoriza a entrada de apenas alguns indivíduos, como por exemplo:

– Cidadãos americanos e residentes permanentes dos EUA;
– Cônjuges de cidadãos e de residentes permanentes dos EUA;
– Passageiros que comprovem viajar a convite do governo dos EUA, para uma finalidade relacionada à contenção do Coronavírus;
– Estudantes com visto F-1 ou M-1 e seus dependentes F-2 e M-2;
– E etc.

TURISMO DE VACINA É TENDÊNCIA MUNDIAL

Alguns outros destinos como Rússia, Panamá e Emirados Árabes também possibilitam a administração de doses de vacina a estrangeiros. Da mesma forma, outros países já estudam fazer o mesmo para retomar o Turismo. E você, faria o turismo de vacina?

Texto atualizado em 09/06/2021.

App Pinguim

Instale o app e tenha a sua viagem - e a sua comunidade viajante - na palma da sua mão!

O Pinguim conecta viajantes a destinos e comunidades com interesses comuns para promover experiências únicas. No Pinguim, a gente viaja junto! Bora?